Clique nos títulos abaixo para abrir os livros
..
B - Encarregado de ouvir o vento C - Creio nas miragens D - Creio nas estrelas
E - M de Maria F - Wandarylho G - Olhando no espelho
H - Boa noite, noite J - Dores do Parto L - Outros poemas
M - Feliz tempestade, albatroz! N - Quase Contos P - Pôr do Sol!
teste de titulo
     
 

E000 M de que Maria?
E001 Eu sigo, Maria
E002 Única
E003 Chegou você
E004 Este caminho
E005 Morei em você
E006 Vivi
E007 Ainda que estejas
E008 Amar é criar alguém do nada
E009 Aquela rosa
E010 Em todas as encruzilhadas
E011 As palavras perderam o juízo
E012 Como me esquecer de ti
E013 De que valem
E014 Diante desta porta fechada
E015 É noite, você nem sabe
E016 Minha Maria
E017 Cadê, Maria
E018 É tarde, muito tarde
E019 Escrever
E020 Há dias em que eu, cansado
E021 Não é mais o mesmo
E022 Invadiste meu universo
E023 Demo-nos as costas
E024 É você quem faz
E025 Você não existia
E026 Tudo mudou
E027 Um dia, do útero saí
E028 As calçadas da cidade
E029 Tantas vezes faço
E030 Naquele dia você partiu
E031 Tenho tantos compromissos
E032 Todas as tardes
E033 Quando existe alguém
E034 Eu levava a sério
E035 Quanta coisa te falei
E036 Quando olho para trás
E037 Ninguém mais
E038 Tive um sonho
E039 Você está distante
E040 Não importa
E041 Nesta espera pra te ver
E042 O que há por detrás
E043 Você, minha Maria
E044 Quando você partiu
E045 Se agora
E046 Toda poesia
E047 Estenda os braços, Maria
E048 Meu pensamento
E049 Estou sedento
E050 Fico pensando
E051 Gostaria, por um instante
E052 Se você está por perto
E053 Eu te procuro
E054 Morreu a maria
E055 O que resta
E056 Para ser diferente
E057 Já nem sei
E058 Quando cai a tarde
E059 No exato momento
E060 Volte pra casa, Maria
E061 Você não sabe
E062 Se pudesse dizer tudo
E063 Amei uma estátua
E064 Volte pra casa
E065 Que belos seus olhos
E066 Naquele dia eu lhe disse
E067 Para, Maria, para
E068 Perdi alguém
E069 O silêncio me consome
E070 Quando você passa
E071 Que fazer com todo amor
E072 Se você não vem
E073 Na vida
E074 Quem foi que disse
E075 Se um homem ama sua maria
E076 Perdido neste deserto
E077 No meio da multidão
E078 Procurei nos livros de poesia
E079 Quando você me olha
E080 Sou eu quem bate
E081 No início da primavera
E082 Te lembras





E001.Eu sigo, Maria,

na direção que o vento soprar,

feito semente de paina

que o vento leva no ar

vago sem ter onde brotar.

Nem sei se brotando

serei relva de um prado

ou erva sem nome

num velho telhado.

 

Por isso, Maria,

eu temo te levar comigo.

 

Nasci sem garantia

nem lugar marcado.

Receio que você

sinta-se estrangeira

morando ao meu lado.

 

Não te iludo, Maria:

para ser meu par

é preciso me soltar.

Se quer repartir comigo o caminho

será companheira de um angustiado,

alguém para quem tudo é relativo,

inclusive isto que acabo de afirmar.

Um insatisfeito, Maria,

você sabe como é?

O homem que tem sede

do que a própria sede é.

 

Por isso eu te previno:

tome cuidado e pense bem

antes de vir comigo.

Se apesar dos meus conselhos

quiser me acompanhar

conhecerá alguém perplexo,

consigo mesmo,

com você e o universo.

 

Mas se der o passo comigo

encontrará um amigo.

Será meu mistério inesgotável

e nunca vou me cansar de te olhar.

 

Estará sempre ao lado de alguém

que não tem aonde ir

mas, ao mesmo tempo,

a cada instante, precisa partir.

Será difícil me seguir

sem ver o invisível que me cega.

Tenho meu rumo nos olhos

feito o caminho do deserto

que só o caminheiro vê.

Começo aqui a ponte

e o outro lado é o horizonte.

 

Repartiremos a água e o carinho

porém, mesmo assim,

experimentaremos a sede.

Terá de andar no chão de minhas noites

e sob o sol que me ofusca e cega.

Mas haverá também, quem sabe,

um descanso ao entardecer.

 

Eu insisto em te prevenir

porque não te quero infeliz.

Quanto mais te amo, mais entendo

que sou eu seu companheiro

e tudo quanto digo agora,

você também, primeiro,

poderá estar me dizendo.

 

Se o caminho que eu sou

e o que você é

forem mão dupla da mesma estrada,

seremos um só:

vestiremos a mesma carne

e daremos corpo à nossa esperança.

 

Mas pensa antes nas minhas recomendações

e no cuidado que eu tenho por você.

Eu quero que você venha,

mas sei o quanto o caminho dói.

 

Eu te seguro forte:

não sei se para não deixar

que me acompanhe

ou se para impedir que volte!





 
Copyright ® 2008-2014 Aprendiz de Humano - Todos os direitos reservados.

" É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor".