Clique nos títulos abaixo para abrir os livros
..
B - Encarregado de ouvir o vento C - Creio nas miragens D - Creio nas estrelas
E - M de Maria F - Wandarylho G - Olhando no espelho
H - Boa noite, noite J - Dores do Parto L - Outros poemas
M - Feliz tempestade, albatroz! N - Quase Contos P - Pôr do Sol!
teste de titulo
     
 

C000 Mirando a esperança
C001 Creio nas miragens
C002 De um lado
C003 Enquanto as aves
C004 Hoje, eu entendo
C005 A felicidade, minha vizinha
C006 A noite é um mar escuro
C007 Aposentei de vez
C008 Bebo a noite
C009 Chego em casa
C010 Dormirei em paz
C011 É bom ter um sonho
C012 Ainda creio nas miragens
C013 Permaneço aqui no bar
C014 O homem não se desconhece
C015 Ninguém escolheu nascer
C016 Vivo uma vida pesada
C017 Esperança é tudo o que tenho
C018 Morreu como o homem cansado
C019 Maria, mede o mistério que há
C020 Acordo no meio da noite
C021 A felicidade está perto
C022 O silêncio da noite
C023 Quem pode desfazer um sonho
C024 Tenho em mim
C025 Você nem pode pensar
C026 O ano que chega
C027 Náufrago perdido
C028 Não resta pedra
C029 Hoje, te vendo
C030 O homem cem por cento
C031 A imaginação me fala
C032 Não sei se a vida me convida
C033 Minha amada
C034 Entro no céu da noite
C035 Fechando a conta da vida
C036 O que espero
C037 No baralho do jogo
C038 O mundo que desejamos
C039 O universo inteiro
C040 Só nos resta a esperança
C041 Sonhemos enquanto é dia
C042 Tenho meu ser pisoteado
C043 Vamos brincar de viver
C044 Há pessoas feridas
C045 Vem essa tristeza funda
C046 Quando nasci
C047 Não tenho
C048 Ainda que a Natureza acabe
C049 Tenho meus dias contados
C050 Tenho uma esperança
C051 Os campos se cobrem de trigo
C052 Põe espera
C053 Que me falte o pão
C054 Sorri, cantei...
C055 Contemplo o céu à noite
C056 Ainda é manhã
C057 É noite, muito noite
C058 De um lado para outro
C059 Não sou dia
C060 Existe o sol
C061 Trava-se em mim
C062 Na tarde que chega
C063 Mais uma vez
C064 Dei-me de graça ao tempo
C065 Encho de ódio
C066 Vai, José, ver quem é
C067 O que me faz estar vivo
C068 Nas horas caladas
C069 Eu moro na praia
C070 Desde menino eu sonhei
C071 Enquanto é hoje
C072 Não sei de onde me vem
C073 O operário come hoje
C074 Nesta noite sem paredes
C075 Aposto a vida inteira
C076 As gaivotas que vejo na praia
C077 Não há mais caminhos
C078 Naquele dia
C079 Minha janela é pequena
C080 Isto define o homem
C081 Então, José
C082 Azul no céu
C083 Espere-me
C084 Só agora que é noite
C085 Esperar é um verbo cansado
C086 O impossível nos move



C64.Dei-me de graça ao tempo.

Rifei meus sonhos e sentimentos.

As cinzas de minha história

atirei ao vento.

Reparti meus bens

e os dei para não sei quem.

A troco de nada

por nada me troquei.

 

Já despido de alma,

meu corpo abandonei

neste campo onde moram

os que se acabam.

 

Nu de mim mesmo,

aqui não estou.

Apaguei meu lugar

e tudo o que se pode apagar.

Mesmo assim,

resiste acesa essa esperança

que sou eu mesmo antes de mim.




 
Copyright ® 2008-2014 Aprendiz de Humano - Todos os direitos reservados.

" É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor".