Clique nos títulos abaixo para abrir os livros
..
B - Encarregado de ouvir o vento C - Creio nas miragens D - Creio nas estrelas
E - M de Maria F - Wandarylho G - Olhando no espelho
H - Boa noite, noite J - Dores do Parto L - Outros poemas
M - Feliz tempestade, albatroz! N - Quase Contos P - Pôr do Sol!
teste de titulo
     
 

C000 Mirando a esperança
C001 Creio nas miragens
C002 De um lado
C003 Enquanto as aves
C004 Hoje, eu entendo
C005 A felicidade, minha vizinha
C006 A noite é um mar escuro
C007 Aposentei de vez
C008 Bebo a noite
C009 Chego em casa
C010 Dormirei em paz
C011 É bom ter um sonho
C012 Ainda creio nas miragens
C013 Permaneço aqui no bar
C014 O homem não se desconhece
C015 Ninguém escolheu nascer
C016 Vivo uma vida pesada
C017 Esperança é tudo o que tenho
C018 Morreu como o homem cansado
C019 Maria, mede o mistério que há
C020 Acordo no meio da noite
C021 A felicidade está perto
C022 O silêncio da noite
C023 Quem pode desfazer um sonho
C024 Tenho em mim
C025 Você nem pode pensar
C026 O ano que chega
C027 Náufrago perdido
C028 Não resta pedra
C029 Hoje, te vendo
C030 O homem cem por cento
C031 A imaginação me fala
C032 Não sei se a vida me convida
C033 Minha amada
C034 Entro no céu da noite
C035 Fechando a conta da vida
C036 O que espero
C037 No baralho do jogo
C038 O mundo que desejamos
C039 O universo inteiro
C040 Só nos resta a esperança
C041 Sonhemos enquanto é dia
C042 Tenho meu ser pisoteado
C043 Vamos brincar de viver
C044 Há pessoas feridas
C045 Vem essa tristeza funda
C046 Quando nasci
C047 Não tenho
C048 Ainda que a Natureza acabe
C049 Tenho meus dias contados
C050 Tenho uma esperança
C051 Os campos se cobrem de trigo
C052 Põe espera
C053 Que me falte o pão
C054 Sorri, cantei...
C055 Contemplo o céu à noite
C056 Ainda é manhã
C057 É noite, muito noite
C058 De um lado para outro
C059 Não sou dia
C060 Existe o sol
C061 Trava-se em mim
C062 Na tarde que chega
C063 Mais uma vez
C064 Dei-me de graça ao tempo
C065 Encho de ódio
C066 Vai, José, ver quem é
C067 O que me faz estar vivo
C068 Nas horas caladas
C069 Eu moro na praia
C070 Desde menino eu sonhei
C071 Enquanto é hoje
C072 Não sei de onde me vem
C073 O operário come hoje
C074 Nesta noite sem paredes
C075 Aposto a vida inteira
C076 As gaivotas que vejo na praia
C077 Não há mais caminhos
C078 Naquele dia
C079 Minha janela é pequena
C080 Isto define o homem
C081 Então, José
C082 Azul no céu
C083 Espere-me
C084 Só agora que é noite
C085 Esperar é um verbo cansado
C086 O impossível nos move




C44.Há pessoas feridas,

sofridas, condenadas,

mas que fazem da esperança

o sinônimo da vida.

Muitos vivem para sobreviver,

outros se ignoram, se alienam.

 

Não sei se existem pessoas felizes

porque a idéia de felicidade

se renova a cada hora.

 

Alguns, assim como eu,

buscam construir um céu

para o nosso mundo.

Mas eu não passo da soma,

diferença e síntese

desta grande sociedade.

 

Enquanto sou um,

sou tudo e não todos.

Por isso,

ainda que não me apontem

nenhum farol,

no meu barco acenderei um.

Creio que estarmos juntos

é nosso porto natural.



 
Copyright ® 2008-2014 Aprendiz de Humano - Todos os direitos reservados.

" É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor".