Reúno, aqui, boa parte dos textos, escritos ao longo deste meu caminho, a partir da década de 60. Foram agrupados, grosso modo, em torno de alguns temas, formando diferentes coletâneas.

Com esta publicação, o que pretendo é compartilhar o que penso da vida, meu jeito de ver o mundo, as pessoas, a mim mesmo. Uma fotografia nos deixa ver por fora. Um poema nos mostra por dentro.

Escrever sempre me ajudou a pensar. Gosto da poesia. Ela me liberta do formalismo, da lógica, das convenções e de tantos outros limites que só existem para serem superados. Ser poeta é ser livre e, portanto, sinônimo de ser humano.

De tudo, o que aprendi é que sou aprendiz. Aprendiz de aprendiz, inclusive. Aprendiz de mim mesmo e de tantos outros com quem convivo ou convivi. Andarilhos, não sabemos ao certo de onde partimos nem onde vamos chegar. Mas uma coisa podemos fazer: caminhar. Seguir em frente, na aventura de existir!

 
   

 

 

 
     
     
Copyright ® 2008-2014 Aprendiz de Humano - Todos os direitos reservados.

" É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor".